Storytelling no Dia dos Pais

   14/08/2020  |     Anna Laura

Já parou para pensar como o Dia dos Pais parece um retrospectiva? É uma data em que relembramos momentos especiais, buscamos as lembranças mais antigas e nos emocionamos até com as atuais. Um dia repleto de histórias que marcaram nossa vida – com nossos clientes, não foi diferente.

Na Sulati, tivemos depoimentos sensíveis e únicos – relatos de dois papais de primeira viagem, que se tornaram pais há poucos dias.

“Ser pai está sendo uma experiência mágica, principalmente porque é pela primeira vez. É um amor que não cabe no peito, de repente a vida tem outro sentido e tudo de mais valioso e importante que a gente tem na vida é esse ser tão pequeno e frágil. Ser pai tão próximo do Dia dos Pais me deixa muito feliz e ficará marcado para sempre na minha vida.” Claudio, papai do Théo.

“Ser pai de primeira viagem está sendo uma experiência diferente e especial. Já tenho dois enteados, que conheci já grandes, a quem quero como filhos, mas agora com a Kiara é diferente. Acompanhar toda a gestação, ver nascer, ter nos braços um ser tão pequeno e pensar: é minha, tem um pedaço de mim, reconhecer características minhas nela está sendo muito especial. É um querer proteger e ao mesmo tempo um medo de apertar e machucar. É dar carinho, mimar, admirar. Enfim, esses primeiros dias de vida dela estão sendo especiais e acho que daqui em diante todos serão, porque agora estou realmente entendendo o que é o sentimento de uma mãe e um pai por um filho, o real amor incondicional. Estou amando ser papai da Kiara. Estou babando e curtindo muito a minha princesinha.” Gelson, papai da Kiara.

Eles tocaram o coração de todos – o domingo foi cheio de fotos dos colaboradores com seus pais e filhos. Sim, eles se emocionaram e mandaram livremente seus registros para serem compartilhados na página da marca. Contar histórias aproxima né?

Aproxima porque são contadas de forma humana, emocional, verdadeira. Aproxima tanto que em outros clientes, como a Preventis, apresentamos todos os papais da Clínica em registros especiais que a equipe nos enviou.

Mais do que escrever essas histórias, também contamos as nossas – você pode mergulhar nelas em nossa página no Facebook ou Instagram e perceber como elas geram identificação e afeto.

Até a próxima!

Comentários

Compartilhe nas redes sociais

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES