“Minha marca tem uma história?”

   01/11/2019  |     Anna Laura

Eu acredito que cada pessoa tem algo para compartilhar, uma história para contar. Mike Behrend também acredita nisso. Ele inicia sua fala no TEDx Talks contando que ensinou a um dos melhores clientes de seu restaurante, como preparar o prato que ele pedia constantemente. Com isso perdeu o cliente (risos), mas também percebeu algo muito importante: coisas grandiosas acontecem quando você divide o que você sabe com outras pessoas. Ao que acrescenta: nunca duvide que você tem algo valioso para entregar para as outras pessoas.

O mesmo acontece com as empresas. Elas são idealizadas e conduzidas por pessoas, por isso, também possuem coisas valiosas para compartilhar e histórias maravilhosas para contar. Nunca duvide disso. É o que repito a cada palestra que faço sobre Storytelling: até mesmo pequenas empresas podem contar histórias. O segredo está em encontrar as melhores fontes e a forma mais interessante para contá-las.

Para isso é preciso ter em mente de que as histórias não são uma enrolação sem fim, bem pelo contrário: são como uma caneta marca-texto, que irá explorar a mensagem da empresa e refletir sobre o que o receptor vai receber, criando uma hierarquia de informações pertinentes para isso.

E além de pontuar o mais importante, as histórias de uma empresa também precisam ser interessantes e envolventes. Elas precisam trazer aspectos emocionais, lúdicos, metafóricos, próximos da realidade do receptor. E é possível encontrar criatividade para tudo isso? Raymond Queneau, em sua obra Exercícios de Estilo, mostra que sim. Ele se utiliza de uma história cotidiana e aparentemente sem relevância, uma discussão entre dois passageiros a bordo de um ônibus, para criar outras 99 versões sobre esse acontecido. São 99 novos relatos sobre a mesma situação, o que prova que as histórias estão aí, só esperando para ser escritas, assim como as histórias da sua marca.

E se Luiz Rezende afirma que “é escrevendo que se vira escrevedor”, tomo a liberdade para acrescentar “é contando histórias que se vira um contador de histórias.”

Anna Laura Neumann

Comentários

Compartilhe nas redes sociais

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES